segunda-feira, 15 de outubro de 2007

Mais um passo...


Inconscientemente, saímos de casa. Damos um passo em frente. Damos outro. E outro. E outro. E, no entanto, pensamos nisso?

Pego uma folha de papel, e numa caneta. Instintivamente, começo a escrever uma palavra. E depois outra. E outra. E, no entanto, estamos a pensar exactamente no funcionamento e no esforço que o cérebro está a fazer naquele momento para conjugar as nossas diversas aprendizagens?

Não sei se me estou a fazer entender, mas torna-se um pouco isto que estou a dizer. O simples facto de estar a carregar nas teclas do meu teclado mas estar a pensar no resultado final e não no ACTO de “teclar”, faz com que já não esteja a fazer uma coisa de cada vez, aproveitando assim melhor.

No entanto, isto é apenas um ponto de vista, porque, reparem: Se estivermos a fazer mais coisas ao mesmo tempo, vamos ter mais vivências mas, por outro lado, vamos aproveitar menos essas que vivemos. O que valerá mais? Pensar no acto de andar, enquanto andamos e pensar em problemas e vidas, quando temos esse mesmo tempo livre e disponível? E se pensarmos no acto de pensar? Podemos nós pensar no acto de pensar e pensarmos na vida ao mesmo tempo? Acho que é mais difícil do que escrever e estar a pensar noutra coisa.

Parece que o nosso Cérebro gosta de conjugar algumas acções, mas não gosta de conjugar outras. Porquê? Ocupa mais memória e exige mais trabalho? Isso significaria que, se nos esforçássemos nesse sentido, o cérebro iria evoluir nas próximas gerações...

Não sei se o discurso está um pouco confuso, mas achei necessário expor-vos esta reflexão. Porque não vocês também reflectirem, e exporem as reflexões, sobre este tema? Conjugando, ou não, mais do que um pensamento...

Tiago

PS: A primeira votação do REFLEXÕES EXTERIORES terminou á um dia, e os seus resultados vão estar afixados algures na barra lateral direita!

20 comentários:

Jasmim disse...

Olá tiago
Que bom que te dedicas à reflexão. É o primweiro passo para te tornares uma "grande" pessoa.
parabéns!

Sol da meia noite disse...

Acho o post interessante.
E és capaz de ter razão no que dizes... sobretudo nessa de o cérebro evoluir nas próximas gerações, em virtude dum esforço, neste tempo presente...

Mas tudo isto é feito de modo mecânico; nunca paramos de pensar...
*

Tiago' disse...

Jasmim,
Seria íptimo que as minhas reflexões fossem também vossas e as vossas minhas!

Muito obrigado e obrigado eu, pelo comentário! =D

Thomas disse...

O nosso cérebro pode ser incapaz de conjugar certas acções talvez porque estas utilizam a mesma parte do cérebro. Outra coisa que o nosso cérebro é incapaz de fazer é dar atenção a duas coisas, ou estás com atenção ao que escreves, ou dás atenção ao professor. A tentativa de fazer as duas fará com que uma delas não seja feita como desejada. Quanto a uma das tuas perguntas, não. Ou pensas no acto de pensar, ou pensas na vida.

Tiago' disse...

Sol Da meia Noite,
É essa a lógica, realmente: Nunca paramos de pensar. Outro exercicio engraçado é tentar não pensar em anda... aprofundarei este tema um pouco mais para a frente... ;)

Obrigado pelo comentário **

Tiago' disse...

Thomas,
É complicado, mas não diria impossivel.. daí que às vezes sabemos do que se está a passar numa conversa ao lado mas não os pormenores, porque estamos a conversar nós também... ;)


Obrigado pelo comentário =D

Thomas disse...

Esqueci-me de referir a parte da evolução. Acho que o cérebro não irá evoluir. Porquê?Vejamos os nossos músculos. Se estes evoluíssem por os usarmos continuamente os atletas seriam outra espécie mais avançada, e não o são. O que provavelmente evoluiria era a maneira como nos usamos o nosso cérebro. Ele seria melhor utilizado, mas continuaria a ser o mesmo.

Sempre às ordens, e aproveito e agradeço o facto de o meu blog 'tar na tua lista de reflexões interessantes :P

'Nês disse...

Hmm boa questão...
Sabes que eu contrariamente à tua opinião, acho que se torna cada vez mais dificil o ser humano preokupar-se em pensar em kestoes desse tipo por ter a vida cada vez mais facilitada. Assim, nao sei ate k ponto o cerebro poderia evoluir nesse sentido....é esperarmos para ver o k os nossos trisnetos nos dirão =P lolol

Beijokas primo, continua! =) * *

Tiago' disse...

Thomas,
A comparação com os musculos foi boa! ;)
No entanto, pensoq ue o c´rebro também tem potencialidades de evoluir, ou pelo menos de ter maior capacidade e probabilidade de isso acontecer!
E quanto ao teu blog tar na lista, o que queres? Por vezes, é interessante! :P

Tiago' disse...

Nes,
vendo desse ponto de vista tens razão. Se o cérebro está a ser facilitado, então vai ter tendência a manter-se. Mas também há cada vez mais coisas com que nos preocupar-nos: Ambiente, problemas de cidadania... não seia té que ponto terás razão absoluta :P

Obrigado pelo comentário ;)

Aliice. disse...

Gostei especialmente deste post porque é um tema interessante, mas difícil de reflectir..
Falo por mim.. Secalhar à quem consiga.. Eu não consigo estar a pensar em mais de 2 ou 3 coisas ao mesmo tempo. Mas toda a gente tem cérebros diferentes e toda a gente tem um raciocínio diferente..

Continua! :D

Tiago' disse...

Aliice,
É isso mesmo! s formas de concentraçãod e cada pessoa variam, devido a vários factores, como a descendência e a educação, acho!

Obrigado pelo comentário ;)

eskimo friend disse...

eu às vezes prerefria ter que pensar menos nos meus passos... ou fazer mesmo como canta buarque "aja duas vezes, antes de pensar".

Tiago' disse...

Eskimo Friend,
Achei essa citação muito curiosa e interessante!

Obrigado pelo comentário :D

Fátima disse...

Sabes Tiago,
O nosso cerebro por vezes inconcientemente esta a ver uma coisa e a pensar noutra completamente diferente, pelo menos comigo isso aconteçe.
Mas conseguirmos ter consciencia desse acto, torna-se mais complicado e nem sempre o fazemos porque vamos demasiado ocupados a pensar nas vivencias do dia a dia.
Espero mais uma vez te poder ter ajudado.
Em relaçao a tua visao de Barcelona, a vida é assim mesmo, nem todos temos a mesma opiniao em relaçao as coisas. Ainda bem que assim é senao nao teriamos tantos temas diferentes pra escrever.
Um beijo!!!!

Belisa disse...

OLá

Penso que em qualquer acto, forma de agir ou mesmo pensamento a nossa consciência tem implícita as funções de selecção e de síntese, de escolher e juntar o que quer, para dar resposta a qualquer ocorrência que seja necessária ou pensada.
Se pensarmos muitas coisas ao mesmo tempo, poderá sair tudo certo ou então inconscientemente trocarmos algumas.
pensa não pensa...eis a questão! qual a solução? de momento não me apetece pensar nem sei se o que escrevi faz muito sentido...conclusão: será que pensei?

beijos estrelados

Tiago' disse...

Fátima,
Parece que o que dizes tem lógica... é como se o nosso cérebro estivesse a fazer várias coisas ao mesmo tempo, mas dispende-se menos atenção a umas e a outra desse mais!

Obrigado pelo comentário :)

Tiago' disse...

Belisa,
Acho que pensaste, sim! E muito bem... fizeste-me pensar que talvez a nossa mente seja como um dossie organizado, pois separa a informação... :D

Obrigado pelo comentário ;)

Patrícia disse...

Eu não consigo pensar em duas coisas ao mesmo tempo... prefiro ficar concentrada naquele assunto, do que depois começar a pensar noutra coisa e querer voltar a falar e simplesmente perder-me no meio do outro...
Com certeza que o nosso cérebro vai evoluir.. para isso é que servem as pessoas que fazem reflexões... XD

Continuação de bom trabalho..!! :)

Tiago' disse...

Patricia,
Então eu digo que fazes bem em fazer uma coisa de cada vez. É mais seguro ;)

Obrigado pelo comentário :D