domingo, 11 de maio de 2008

A Políticas dos Serviços Informativos

Foi sem surpresa que hoje, ás 8 horas em ponto, assim que acabei de ver "Pânico a Bordo", na SIC, assisti ao início do Jornal da Noite. Sorri. O Jornal da Noite é sempre um momento engraçado, e sinceramente, com um serviço informativo desse género não valia a pena terem contratado os Gato Fedorento. Assim que o jornal começa, ouve-se a voz de um apresentador, digna de um concurso: "Boa noite a todos... convosco... Clara de Sousa!!".

A notícia da abertura foi "Ronaldo volta a marcar", neste caso, um pénalti. Não percebo bem qual é o objectivo deles ao darem uma noticia destas em primeiro plano:

a) O dia foi uma seca, não aconteceu nada de especial.
b) O público adora Ronaldo, por isso vamos informá-lo de que ele conseguiu enfiar uma bola dentro de um rectângulo de postes de ferro!

Em seguida, como segunda noticia, assistimos à informação da morte de um ciclista, Bruno Neves, que, durante uma corrida, embateu com a cabeça no chão. É de realçar que estava convocado para os Jogos Olímpicos. Das duas umas:

a) Esta noticia é tão importante, vamos metê-la em segundo lugar.
Que contradiz esta...
b) Epa! Vamos meter esta notícia logo a seguir à do Ronaldo ter conseguido marcar mais um golo!

A noticia seguinte não foi nem as descidas do banco mundial, da política da falta de alimentos, nem da vida privada de Camané, não. Nada disso. Eles acharam que era melhor informar-nos, antes de tudo isso, e em terceiro lugar nesse Jornal, que os adeptos do Sporting estavam a fazer fila ao pé das bilheteiras para pagar as suas quotas em atraso, num directo simplesmente emocionante e importante para a vida dos portugueses.

Nessa altura mudei de canal. Ou melhor, saí da televisão. A mim é que não me manipulam, ou melhor, comigo é que não gozam desta maneira. Por favor... a que estado é que as televisões chegaram!

Tiago'

11 comentários:

tarinocaz disse...

Se não aconteceu nada de especial durante o dia, prefiro ver os orgulhos nacionais, como o Cristiano Ronaldo e a Vanessa Fernandes em destaque. Lamento pela perda do tal ciclista. A notícia das bilheteiras era dispensável...
Se tivesses visto até ao fim tinhas visto o meu pai na televisão, lá na esquadra dele... nabooo! :P

Clara Ferreira disse...

Estou tão orgulhosa do meu primo! Não se deixa levar pelo futebol, yay!
Há sempre mil e uma notícias que se podiam dar primeiro que "olha o senhor famoso que ganha mais dinheiro que todos vós fez algo que não tem significado".

E acredita que eu guardo sempre muito rancor nas notícias, como defensora da natureza adorava que eles dessem mais notícias dedicadas ao tema algures pelo início ou meio, e não no fim, quando as pessoas já têm as televisões desligadas. Os média têm tanto poder e podiam não só auxiliar os biólogos como todas as outras profissões que precisam de lidar com o público e dificilmente conseguem.

Telejornal é sempre mau :c

Clara Ferreira disse...

tarinocaz: Peço perdão, mas orgulho nacional?
Que faz ele pelo mundo além de andar atrás de uma bola e gastar o dinheiro de todos os contribuintes portugueses em meninas de má vida.

Orgulho nacional são cientistas e médicos que lutam todos os dias para mostrarem as suas descobertas essenciais à humanidade, pessoas que todos os dias guerreiam para permitir que Portugal tenha a sua beleza natural e o ar que respiras, grandes artistas que através das suas obras nos inspiraram a erguer na maior das tristezas e olhar frente a frente os problemas. Se ignorares as notícias do futebol e esperares por estas (que aparecem sempre no fim do telejornal infelizmente), vais ver que temos grandes nomes que superam qualquer jogador de futebol que falhou o secundário.

E é assim que Portugal se mantém no seu nevoeiro, como Fernando Pessoa descrevia, se as pessoas acham importante o futebol mais que tudo o resto, como havemos nós de evoluir.

Rui disse...

Não poderia dizer melhor :v

Infelizmente, a Televisão, nas notícias, está assim desde há muitoooo tempo. Porque na verdade, o que realmente interessa às pessoas é o futebol.
E é muito bom que compreendes, que realmente, é uma manipulação o que fazem, sim senhor!

Como na Roma antiga se fazia, sempre que o povo estava insatisfeito, faziam-se os jogos no Coliseu.
E nada mantem o Zé Povinho mais satisfeito que um copo de vinho e um bom jogo de Futebol na tasca do Toni.

'Nês disse...

Infelizmente Portugal vive à base do futebol and nothing else maters... =/ lolol

Bjoka primo

Um Momento disse...

Pois...
Noticias...são com eles;o)
Um beijo!!!


(*)

Canochinha disse...

Pouca ou nenhum televisão vejo. Os noticiários são o que são, depois é novelas+novelas+novelas ou então programas parvos que não interessam a ninguém. Há alguns bons canais por cabo, mas o que mais gosto de ver na TV, as séries, prefiro vê-las no pc ao meu ritmo.

Francisco Norega disse...

É por estas e por outras que cá em casa já desistimos até dos 4 canais básicos da televisão portuguesa. É muito mais interessante ouvir rádio, ler jornais e revistas de jeito e ler blogs actuais.
Enfim...

Francisco Norega disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Francisco Norega disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Francisco Norega disse...
Este comentário foi removido pelo autor.