quinta-feira, 10 de janeiro de 2008

O Meu Mundo

Há cerca de 3 anos descobri a Paixão da minha vida. Estávamos no início de Fevereiro de 2005, tinha eu 11 anos na altura, e estava no 6º ano, quando uma colega minha que vou denominar simplesmente por Rita e um colega meu que vou denominar simplesmente por Rafael vieram ter comigo a meio de um intervalo na escola e, se bem me lembro, entregaram-me um guião para as mãos.
- Olha - disse-me um deles - Queres participar no teatro da escola para o St. Patricks Day?
Eu, num teatro da escola? Deixem-me rir! Na minha escola faz-se sempre três teatros por ano, normalmente: Hallowenn (31 de Outubro), Dia de S. Valentim (14 de fevereiro), St. Patricks Day(algures em Março...) (em 2006 fizemos também no fim do ano um), para as turmas verem. O meu 5º ano tinha visto três teatros, em que nomeadamente pessoas da minha turma participavam. Nunca me senti atraído por aquele outro mundo.
Então, naquela manhã em que a Rita e o Rafael me perguntaram aquilo... bem, eles mudaram a minha vida. Eu disse "acho que sim", e assim foi. Participei, e adorei. No final, uma série de elogios, professores a darem os parabéns, e esse tipo de coisas.
No ano seguinte, no meu 7º ano, não me avisaram de nada do Halloween. Então foi com tristeza que assisti ao teatro em que a Rita por acaso participava. No dia de S. Valentim, aí sim. Novamente eles os dois veiram ter comigo avisar-me dos castings que íam haver. E fui. Concorri ao papel de "Mensageiro do Rei". Haviam uns 3 ou 4, e ainda hoje sinto um peso na consiência pelo que se passou. A professora que organiza os teatros ainda me conhecia, e segredou algo para a auxiliar da biblioteca, uma tal de Vera. Assim que li um texto, proclamando em voz alta o mesmo, as duas disseram que estava seleccionado, sem sequer ouvirem os outros. Deram-me um guião e fiz o teatro três semanas depois.
O sucesso daquela peça foi tão grande que a Vera quis criar um clube de teatro, e em Março isso aconteceu. Foi um dos melhores períodos, mas sem qualquer dúvida, da minha vida! Juntos, no clube de teatro, fazíamos exercícios de improvisação e, unidos, formamos um grupo espectacular! Nunca esquecerei aqueles 4 meses! No final fizemos um teatro, em que me foi atríbuida a personagem principal, para meu grande orgulho, um "Duende da Floresta".A Vera foi-se embora da escola nesse mesmo ano, e com ela uma grande parte do meu ãnimo quanto ao teatro.
Entreanto, há um ano atrás, ninguém me avisou do teatro do halloween, e quando me lembrei já era tarde. Ninguém me avisou do teatro de S. Valentim, e quando perguntei por ele já era tarde. Foi então que, milagrosamente, perguntei pelo teatro do S. Patricks day, e elas disseram-me que não o iam fazer, e que em vez dele íamos fazer um género de musical para professores estrangeiros que iam á escola. De novo foi-me atríbuida a personagem central, e apresentamos não só aos professores estrangeiros como também aos pais e familiares! Mais de 250 pessoas a ver um espectáculo ao mesmo tempo. Emocionante.
Este ano participei no do Halloween, inclusivé criei uma música (melodia e letra) para o fim do teatro, em que cantámos todos juntos. Fiz de guarda estúpido, coxo, corcunda, e meio broncod e uma escola de magia. A personagem ficou tão na cabeça das pessoas que ainda agora alguns miúdos do 5º ano passam por mim a coxear e me comprimentam, pessoas que NUNCA conheci!!
Agora? Agora entrei num curso de teatro, em Novembro, e que vai durar até Maio, onde vai culminar com um teatro aberto ao público. O meu primeiro fora de um recinto escolar. Mas até lá ainda vou fazer possivelmente o de S. Valentim e o de St. Patricks Day. Para o de S. Valentim, vou ser eu a escrever o guião, já dei a ideia, estou a escrevê-lo, vou compôr uma música para o fim, e já falei com os mini-actores, nos quais se incluem eu, acerca da ideia. todos gostaram. Em termos de futuro, de horizontes longíncuos, tenhoa dizer-vos que muito provalmente não vou seguir nenhuma carreira relaccionada com o teatro. Sabem, acho que acima de tudo, eu gosto de crianças. Crianças. Por isso me sinto tão tentado a ser educador de inFãncia, é como se quando fosse à sala da minha mãe (que também é educadora de inFãncia) visse os seus "alunos" de 3, 4 e 5 anos a puxarem-me a camisola, pedindo-me para me tornar o seu "professor". Mas nunca porei de parte o teatro, nunca! Será sempre uma paixão para mim!
Para finalizar, falo-vos apenas na sensação que é estar em palco, que é representar uma personagem. Em primeiro lugar há que nos abstrairmos do nosso mundo, e criarmos um mundo dentro do limite do palco. Mentalizarmo-nos de que controlamos outra pessoa, que podemos ser o que quisermos e podemos fazer o que quisermos. É mágico. É poderoso. É uma sensação de liberdade incrivel, e quando desces do palco sentes-te totalmente perdido. Quando te dão os parabéns, ou te comprimentam, tu não consegues perceber bem porque fazem isso, ou que fazem isso.
É como se saíssemos da luz para a escuridão, e não conseguíssemos ver nada. O teatro é a luz, que tenciono seguir até ao fim, por um caminho, ou por outro. Ou ainda por um terceiro, que o que não faltam por aí são caminhos diferentes com o mesmo destino, chamado Objectivo.

Tiago'

16 comentários:

I'm a Rebel disse...

Teatro, uma das minhas paixões!
Tal como tu também ja fiz alguns na escola e ouros fora da escola, num palco diferente para pessoas diferentes. MAs é verdade, fazer teatro é das melhores coisas de sempre..e subir a um palco, isso sim, é formidável! a primeira vez que subi a um palco tinha 7 anos, a partir daí, estar ali em cima, é das melhores sensaçõs de sempre!
Nunca desistas desse teu sonho :)

Beijinho, Lii!

Tiago' disse...

Lii,
ainda bem que também gostas de teatro! talvez um dia ainda nos encontremos num dos palcos desse país ;)

beijinhos,
Tiago'

Outonodesconhecido disse...

Vim memso agora do teatro. Quem sabe s eum dia não te vejo cabeça de cartaz.Em cada olhar há um arco-iris com a hipótese d erealizar-t eum desejo.
Força
estarei no outonodesconhecido

Sei que existes disse...

Parece que realmente encontraste algo com que te identificas, gostas e até tens jeito!
Eu não seria capaz de estar em frente a um palco, mas espero um dia puder vir a ver-te a representar!
Beijocas grandes

DairHilail disse...

eu adoro teatro...segue em frente...

a.filoxera disse...

Teatro, educador, qualquer que seja o teu objectivo, persegue-o. E tanto em termos profissionais como pessoais. Palavra, a vida voa mais depressa do que supomos nessa fase. E, se nos distrairmos, às tantas desviamo-nos do rumo que queríamos seguir...

Um Momento disse...

uau:)
Força!!!

Beijo sorrindo-te!


(*)

SkyStorm disse...

Rapaz, força nisso mesmo. Se é o teu sonho segue-o, independentemente do que te digam e das barreiras que te apareçam. Acredita em ti.

Abraço

Tiago' disse...

Outonodesconhecido,
há que acreditar no arco-íris, não é?

Tiago' disse...

Sei que Existes,
também espero um dia ver-te sentada a ver um espetáculo em que participe... e, coragem, estar em cima de um palco não é assim tão dificil! :D

Tiago'

Tiago' disse...

Dairhilail,
também adoras? Fixe :P

Tiago'

Tiago' disse...

A. Filoxera,
há que traçar um caminho mental a seguir, não é? :)

Beijinhos,
Tiago'

Tiago' disse...

Um momento,
Muito obrigado pelo entusiasmo! :)

beijinhos,
Tiago'

Tiago' disse...

Sky Storm,
muito obrigado pelas palavras e pelo apoio! :)

Um abraço,
Tiago'

Belisa disse...

Olá

visita rápida para desejar boas realizações pessoais e teatrais!
Quanto à pergunta das fotos de Lisboa, elas são-me enviadas por um amigo através de e-mail e eu decidi de vez em quando, pôr algumas, pois tenho muitas, para todos verem também, achei que era boa ideia, penso eu de que...
Beijos estrelados

Fátima disse...

Olá Tiago!
Da maneira que descreves essa tua paixao pelo teatro nao haja duvida de que a tens de ter dentro uma alma de actor, se tens sido aplaudido e elogiado pelos teus "trabalhos",nunca desperdices esse talento. Indepedentemente de teres na ideia outros objectivos a nivel profissional, podes coicidir uma coisa com a outra.
Nunca te esqueças de algo muito importante na tua vida, o facto de teres bem claro aquilo que queres do teu futuro é meio caminho andado para o conseguires.
Por muitos entraves que a vida nos apresente, nunca devemos de desistir de algo que realmente queremos fazer.
Vê o meu exemplo estou a fazer agora o que deveria ter feito há cerca de 14 anos atrás, mas nao desisti e vou lutar sempre, para conseguir o meu grande objectivo de vida.
Tu és novo tens uma vida pela frente, vais ver que vais conseguir o que queres.
Desejo-te toda a sorte do mundo e espero puder-te "ver" sorrir por conseguires os teus objectivos.

Deixo-te um abraço e um desejo de uma otima semana!