sábado, 21 de março de 2009

Dia Mundial da Poesia

Hoje, Dia Mundial da Poesia, e no segundo dia da Primavera, venho deixar-vos um poema e um pedido de desculpas pela ausência de actividade aqui no blog. Tenho-me vindo a dedicar-me um pouco mais a leituras e ao meu blog de livros... mas não se preocupem que, a qualquer altura, o Reflexões Exteriores pode tornar-se bastante mais activo! Então boa Primavera para todos vocês, e, já agora, bom Dia da Poesia! :)

chorar por um pedaço de tecido perdido,
por um galho, já morto, partido,
por uma ribeira seca,
por uma outrora de pé pirâmide azteca,
por um papel rasurado e carcomido,
pela alma de um mamífero recém-nascido,
pela tristeza que cada um tenha,
pela condenada à lareira lenha,
por um segredo que nunca me contaram
pelo ódio que jamais olvidaram,
chorar seja pelo que for
dá-me um prazer desmedido.
será isso legítimo?
justo?
merecido?

Tiago

E em dia Mundial da Poesia publicito o meu blog de poemas, criado há já cinco meses, e que hoje merece um destaque especial. É ele o Noites de Tempestade: www.noitesdetempestade.blogspot.com

4 comentários:

Isa disse...

Linda homenagem ao dia de hoje: Dia
de Poesia.
Beijo.
isa.

Patrícia disse...

Está tudo a passar-me ao lado... Não fazia a mínima ideia que hoje era Dia da Poesia. De qualquer maneira aqui estou eu a desejar um bom dia e também bom início de Primavera.

Beijinhos=)
Patrícia

Sofá Amarelo disse...

Chorar faz parte da natureza humana - se assim não fosse não existiriam as lágrimas...

Filoxera disse...

Dia da Poesia? Não sabia.
Obrigada.
Beijos.