domingo, 11 de janeiro de 2009

Desabafo



ACTUALIZAÇÃO: As coisas melhoraram. Bastaram duas horas, e o comboio, que descarrilara, voltou por si próprio ao lugar... obrigado pelos conselhos e pela mensagens de apoio. Felizmente não tive tempo de as usar... mas para uma próxima já estarei prevenido...

Como me sinto agora? Neste preciso momento em que estou a escrever isto? Que as coisas me estão a ser proporcionadas, mas não aos outros que me acompanham. Como explicar isto sem dar a entender factos reais que apontem para situações específicas que me são próximas?

Imaginem que são felizes. Mas que os que vos são próximos não o são. Muito trabalho, muito stress... muita coisa. Imaginem isso. Deixam de ser felizes, não é? Neste momento, neste preciso momento, eu não estou feliz. Estou neutro.

Neutro a pensar no futuro. O que já foi feito? O que posso ainda fazer? Não desistir. Continuar a tentar ajudar. Sinto-me... não sei como explicar. Quero ajudar, mas não sei como.

Desculpem por este post tão abstracto para todos os que estão a ler. Isto foi mais uma espécie de desabafo do que qualquer outra coisa.

Tiago

[Nota: No post anterior, "Projectos", os projectos que apontei em específico não eram os meus. Apenas dei exemplos de projectos que as pessoas poderiam tomar.]

9 comentários:

Isa disse...

Tiago,meu querido.Entendo-te lindamente.Ñ precisas de dizer ou contar.Para quê?!
Passei por situações assim,referentes a mim própria.
Passo,agora,no q.respeita a familiares.A Vida,actualmente é muito complicada.Nervos à flor da pele.Aprendi uma coisa:se vemos q.
ñ podemos ajudar,directamente,
acarinhemos quem está a passar o mau momento.Ouçamos o q. querem dizer.E,mto importante,guardemos o
segredo,para ñ complicarmos + !!
Ajudou? Ñ muito? Então uma beijoca
e um até logo,vai ser bem recebido.
isa.

Fenix disse...

Sei o que é isso.
Tem calma, tenta não ficar (muito) triste. Tenta abraçar e acarinhar as pessoas que estão tristes e de quem gostas, tanto quanto puderes.
Às vezes basta isso. Um longo abraço em silêncio, para ajudar.
Tem coragem, as coisas vão melhorar.
Tenta ver e mostrar a essas pessoas o lado bom das coisas. Ao menos ainda se têm uns aos outros.

Abraço
Fenix

Isa disse...

Como estás,agora?
Beijinho.
isa.

Isa disse...

Como habitualmente fazia aos meus Filhotes e,qdo o Sebastião fica comigo,também faço,vim dar-te um beijo de Boa Noite e aconchegar-te a roupa. Está mto frio e quentinho
acordarás melhor amanhã.
Ñ levas a mal este meu lado maternal? Ñ ?
Boa semana. Combóios na linha,
aviões a levantar,com destinos lindos.
Beijoka.
isa.

Pedro disse...

Eu adorei ler este desabafo. Vi-me a mim próprio nele. Excelente texto ;)

Anjo De Cor disse...

Sei bem o que é isso, e sentimes que a nossa felicidade esta condicionada o bem estar dos outros... mundo complicado, afinal a nossa felicidade seria a felicidade de todos ;)
Bjs**

BlueVelvet disse...

Excelente este teu desabafo.
Nunca tinha pensado neste termo para quando nem estamos felizes nem infelizes: neutro.
É como me sinto também.
Beijinhos

Filoxera disse...

Há dias e dias...
Espero que os teus sejam bons.
Beijos.

De Amor e de Terra disse...

É Tiago, a vida tem destas coisas Amiguinho!
Mas os altos e baixos dela, é que nos ensinam a viver.
Sei bem que na tua idade é dificílimo aceitar isto de boamente, mas com o tempo, dar-me-ás razão.
São estas interrogações, esta sensação de impotêmcia que nos faz avançar.
E, sobre tudo não esqueças que :-"Amanhã, é outro dia!", ainda que isto possa parecer-te um lugar comum.
Beijos
Maria Mamede