quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

Cascatas


[O meu objectivo é que vocês, ao lerem este post, se tentem abstrair um pouco dos problemas da vossa vida. À medida que o lêem, vão-se concentrando na música de fundo, que é o som de uma cascata, nas imagens e nas palavras. Talvez... só talvez... quando chegarem ao fim estejam um bocadinho melhor do que quando o começaram a ler]

Afastei os arbustos que tapavam a visão à minha frente. E vi um dos mais belos cenários da minha vida. Não bastava já estar numa ilha tropical, com um calor agradável e pouca humidade no ar. De estar rodeada de uma floresta verdejante e com árvores com flores de cores apelativas. Agora, mesmo à minha frente, surgia um lago e uma cascata.

A água era verde, e tinha a aparência de estar quente... o som da cascata ocupava os meus pensamentos, enquanto avançava lentamente em direcção à água. Tirei a camisola. As calças. Os sapatos. Sentei-me à borda e coloquei os meus pés de molho. Estava, de facto morna.

Os pássaros, agitados, voavam de um lado para o outro, e pousavam nas margens para beber água. Depois continuavam os seus atribulados vôos. Mas eu não estava com pressa, não naquele momento. Talvez pela primeira vez desde há muitos anos eu estava calmo. Relaxado. Como se aquele fosse o paraíso por que esperara.

Entrei lentamente na água. Mergulhei, tentando apreciar as gotas que me escorriam pela cara. Comecei a nadar em direcção à cascata. Aquele cenário em que eu estava a mergulhar (literalmente) era o abrigo dos sonhos. Era o pote de ouro no fim do arco-íris. Admitia que demorara muito a chegar até ali. A selva tinha sido um percurso perigoso. Mas valera a pena.

Em todas as vidas existe um lado positivo. Cada um tem de procurar o seu. Mas não duvide... ele pode estar bem escondido... mas está lá... por vezes pode até não ser um lago e uma cascata, mas sim uma ponte... que mais tarde leve ao lago e à cascata... não desistam...

Tiago

11 comentários:

Isa disse...

Tiago,sabes,senti um arrepio bom!
Lindo o q.escreveste!Lindo mesmo!
Q.bem combinado com o som! ESTUPENDO!
Beijo.
isa.

De Amor e de Terra disse...

Olá Tiago, bom dia.
Obrigada por esta prenda belíssima!
Realmente tem muito de relaxante, se nos deixarmos envolver por toda a ambiência.
Tal como dizes, o nosso Paraíso, o de cada um de nós, pode não ser neste cenário; qualquer um terá o seu. O importante, o verdadeiramente importante, é sermos capazes de o encontrar, pelo menos dentro de nós, pois essa sensação é já uma grande vitória.
Beijo

Maria Mamede

Isa disse...

Voltei, pq.gostei tanto!
Beijo.
isa.

Belisa disse...

Olá :)
Acho que hoje estou com sorte e estou mesmo a ver o paraíso...parece mágico...gostei muito!
Vem ver os meus tons de rosa, esse será o meu paraíso...? Vou continuar a procurar.
Beijos estrelados

p a t r í c i a * disse...

Ah, que lindo! Que relaxante! Que imagens bonitas!
Senti-me, literalmente, neste local belíssimo! Só quanto a música parou, para voltar a recomeçar, é que eu quebrei o sentimento.
De qualquer forma, é 100% poético!
Continou, poeta! ;)

Filoxera disse...

Lindo, este post. Texto e fotos.
Parabéns!
Beijos, Tiago.

BlueVelvet disse...

É delicioso nadar numa cascata, sim.
Adorei o som e a ideia.
Bom fim-de-semana

Sofá Amarelo disse...

Gosto de cascatas porque associo a vida à água corrente das cascatas - e há cascatas enormes que debitam milhões de litros de água envolta em espuma e muito ruído... e depois há as cascatas pequenas, escondidas, com um pequeno caudal, quase silenciosas... mas são estas cascatas que eu prefiro...

Um abraço!!!

Isa disse...

De corrida,venho dizer-te q.tens um selo no meu canto,q. achei justo receberes.
Beijoo.
isa.

Filoxera disse...

Olá, Tiago.
Tens um desafio à tua espera no EQ.
Beijos.

Pedro disse...

Este poste está fenomenal!!! Mais, mais!!!